Programação II 2020/1 - INF09330


Esta é a página destinada a monitoria de Programação II 2020/1. Aqui você encontra alguns materiais de apoio bem como dicas, sugestões e resolução de exercícios de laboratório.


Menu rápido


Sobre a monitoria

Serão dois monitores, um pela manhã e outro a tarde. O horário da monitoria ainda não foi definido, mas haverá 1h por semana na qual estarei disponível fisicamente ou online para dúvidas (Obs: durante essa crise do coronavírus, será online).

Para entrar em contato:

Dicas de sobrevivência

Como um graduado em Engenharia de Computação, deixo aqui algumas dicas para vocês:

Ambiente de desenvolvimento

Para muitos de vocês este é o primeiro contato com programação. Logo é natural ter dúvidas sobre um ambiente de desenvolvimento. Basicamente, você pode programar utilizando qualquer sistema operacional. Aqui vou dar dicas para Windows e Linux (Mac OS deixa pra próxima)

Windows

Acredito que a vasta maioria utiliza Windows. Embora isso vai mudar ao longo da trajetória de vocês, você pode continuar utilizando no momento.

Para programar com este SO, eu recomento o uso do Code::Blocks. Você encontra um tutorial que eu gravei há alguns anos neste link.

Linux

O SO mais utilizado no curso será o Linux. No futuro, vocês terão trabalhos que vocês terão que, obrigatoriamente, utilizar este SO. Muitos de vocês, inclusive, vai preferi-lo. Por exemplo, atualmente, este é o único SO que utilizo. Caso você já queira instalá-lo, aqui vai um rápido tutorial.

O Linux possui várias distribuições. Ubuntu é uma delas. Eu, particularmente, gosto de duas distribuições, o Xubuntu e o Mint. Ambas são modificações do Ubuntu. Pra quem está iniciando e vindo do Windows, acredito que o Linux Mint é melhor. Vai atender a demanda e tem um visual bacana que não faz você sentir tanto a diferença. Você pode baixar ele daqui: download Linux Mint.

Você pode instalar o Linux e ainda assim manter o Windows na sua máquina. Isso é chamado de dual boot. Para instalar o dual boot é bem tranquilo. Partindo do princípio que você tem o Windows instalado, a própria instalação da distribuição do Linux vai criar o Grub, que nada mais é do que uma tela que aparece ao ligar o computador com opções do SO para dar boot.

Exemplo menu Grub

Daí você seleciona o SO que deseja utilizar no momento.

O processo de instalação envolve os seguintes passos:

  1. Baixar a distribuição do Linux. No caso do Linux Mint, neste link.
  2. Criar um pendrive bootável. Em outras palavras, é criar uma distribuição linux dentro do pendrive, plugar no sua máquina para que ela se inicie a partir dele. Você pode seguir este vídeo tutorial para criar o pendrive bootável.
  3. Bootar no pendrive. Como disse no passo anterior, você tem que forçar a sua máquina a iniciar pelo pendrive. O nome disso é boot. Normalmente o boot pe feito no seus HD, precisamos mudar isso. Para fazer isso é simples, mas varia de computador para computar. O processo é: ligar o seu PC, entrar no setup da BIOS e selecionar o boot primário para o pendrive. Alguns computadores precisa apertar DEL quando starta, outros F12, etc. Nesse ponto você tem que pesquisar como acessar a BIOS no modelo do seu PC. Você pode dar uma olhada neste vídeo tutorial que exemplifica este processo.
  4. Após o boot no pendrive com o Linux Mint, você vai seguir a instalação padrão. O passo a passo também é descrito no tutorial do passo anterior.

É importante que você não apague a partição de dados do Windows, caso contrário você perde tudo que tem nela!

Questão de tamanho de partição para o Linux, ou seja, o quanto de espaço que você deixa no seu HD para ela, isso é bem pessoal. Mesmo que você queira só pra estudos, eu deixaria pelo menos 200GB. Como disse, ao longo do curso você vai utilizando mais e mais a distribuição até chegar o momento que você não utilizará Windows mais (a não ser que você jogue algum jogo). Se você deixar pouco espaço, vai ter que remanejar o disco lá na frente.

Material de apoio

Existe muito conteúdo em livros, apostilas e vídeos na internet. Deixo uma lista deles na sequência. Apesar dos professores e monitoria, desde cedo vocês precisam ser independentes. Muita coisa a solução está em uma busca no Google ou no StackOverflow. Essa vai ser a vida de vocês daqui pra frente.

Extra: nesta semana, por conta do confinamento de pessoas a Udemy liberou uma lista cursos gratuitos. Dentre eles, dois podem ser úteis para vocês:


Exercícios

Importante: se você tem dúvida em algum exercício e quer compartilhar o código comigo, faça via Github. Se você não conhece, não tem problema. Aqui tem um tutorial que fiz de introdução ao Git. Acredite, Git é importantíssimo e exigência de qualquer emprego de programação.

Em breve exercícios.

Trabalhos

Em breve…